sábado, 30 de janeiro de 2010

Arctic Monkeys em Portugal!

Arctic Monkeys vêm a Portugal para próxima semana apresentar o seu mais recente álbum Humbug, portanto se o ar vos parecer mais leve já sabem do que é, é o Alex Turner (o vocalista, uma coisa muito querida) a respirar o mesmo ar do que o vosso!
É todo um Portugal mais feliz!
Mas como eles vêm na terça e na quarta ao Porto e a Lisboa, respectivamente, eu não posso ir porque é dia de semana e há aulas para se ir, e uma mãe que não acha piada que eu falte as aulas para ir ver um concerto a Lisboa.
Mas serve-me de consolo, o facto do coliseu, no Porto, e o campo pequeno, em Lisboa estarem totalmente cheios para ver estes geniais ingleses. (porque mesmo se a minha mãe deixasse também já não haveria bilhetes)
Tenho cá para mim que eles ainda vêm cá este ano! Roberta Medina se me estas a ouvir vai lá contrata-los para eles virem ao Rock in Rio, ficava-te eternamente grata! :)


Deixo-vos 3 grandes músicas dos 3 grandes albuns desta grande banda:

video

When The Sun Goes Down

do álbum Watever People Say I am, That's What I'm Not de 2006

Se não conseguem ver o video aqui, vão aqui >http://www.youtube.com/watch?v=2W_hEdt1Xes

video

Fluorescent Adolescent

do ábum Favourite Worst Nightmare de 2007

Se não conseguem ver o video aqui, vão aqui > http://www.youtube.com/watch?v=ma9I9VBKPiw&feature=related

video

Crying Lightning

do álbum Humbug de 2009

Se não conseguem ver os videos aqui, vão aqui > http://www.youtube.com/watch?v=J_G9RRY7SS0

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Bora lá brincar com o hélio!

video

Aquilo é hélio !

E eu não irei morrer sem exprimentar aquilo, va pelo menos ver se a pastilha voa!

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

A franja!

Artilheiros/Martir Santo 2010
A pedido da Dulce eis que surge
uma foto do meu novo eu, de franja!
Eu supostamente ia cortar só as pontas,
mas mandei a dica da franja e
eis se não quando a cabeleireira
disse logo que tinha de fazer porque
segundo ela esta na moda! Ahahah
Fiz bem ouvir o que ela disse?!

Alentejo e arredores

Como até se faz muito em casa, num dos momentos de ataque de descobertas caseiras, encontrei um livro chamado "Dicionário Lagóia; Palavras e expressões curiosas utilizadas na cidade de Portalegre". Acho que nunca me interessei por um dicionário, só a palavra faz fugir, mas este vale apena deitar o olho. Resolvi então postar algumas ( por mim eram todas, mas depois dava massada ainda maior) que sob ressaltaram, algumas são conhecidas e ouvidas por nós, mas não resisti e devem perceber porquê xp

  • Abexixe da gaita - não dic., pénis, zona púbica.
  • Agachar-se - dic., (outro sentido), defecar.
  • 'da bem não - exp., (ainda bem não), de vez em quando.
  • Ala miena (o) - exp., utiliza-se para mandar alguém embora.
  • Andar caim caim - exp., andar a queixar-se.
  • Andar de esgalha bordão - exp., andar à toa, sem cuidado.
  • Andar em corpinho bem feito - exp., andar vestido com pouca roupa, estando frio.
  • Arranguelha - não dic., diz-se dos gaiatos pequenos ou enfezados.
  • Astrever-se - dic, o m. q.: "Atrever-se"
  • Atã vá - exp., (de então vá), então vamos a isso ; saudação de saída.
  • Barbeiral - não dic., frio.
  • Basta que sim! - exp., admiração pelo que se está a dizer.
  • Bataréu - dic., (outro sentido), degrau ou banco, de pedra ou de alvenaria onde as pessoas se sentavam, na rua.
  • Bater com as orelhas - exp., comer (em alusão aos porcos).
  • Bufas de freira e peidos de frade - exp., resposta maldosa a quem pergunta por exemplo: "O que é o almoço?"
  • Caga-rente - nao dic., homem pequeno, insignificante.
  • Cagalhão com limão faz bem à constipação - exp., resposta malcriada a uma pessoa sentenciosa.
  • Cocapixinhas - não dic., pessoa meticulosa, perfeccionista.
  • Daqui que dali - exp., de vez em quando.
  • Dar ao lambarão - exp., não guardar segredo.
  • Destó - não dic., interjeição de repulsa; utiliza-se para afastar cães. (pensava que era testó)
  • E d'i que tal? - exp., saudação, equivalente a: "Então e que tal?)
  • Elha, elha! - exp., interjeição que comporta espanto e (ou) recriminação.
  • Escolatêra - não dic., cafeteira.
  • Esparvêrado - não dic., (de esparvoado) parvo.
  • Estar sempre com a tocha nos queixos - exp., estar sempre a fumar.
  • Estardalhaço - dic., estrondo.
  • Ficar tudo na mesma como a Felícia - exp., aplica-se a situações que não evoluem no sentido desejado.
  • Há fogo na panela do Zé Diogo - exp., emprega-se por graça quando o fogo não tem repercussões graves.
  • Ir na carroça do Mané Cá Ficas - exp., significa não ir.
  • Mandar à fonte limpa - exp., mandar à merda.
  • Mercedes de arreata - dic., carroça.
  • Módequê? - exp., com o significado de: por que razão?
  • Ná! - nao dic., não!
  • Panhanha ou panhonha - não dic., pessoa timida, desajeitada, com pouca força de vontade.
  • Panhuça - nao dic., companheiro de escola.
  • Penicos virados sem fundo - exp., resposta a pergunta indesejada, por exemplo: "O que esás a fazer?"
  • Pindricalho - não dic., qualquer coisa que esteja dependurada.
  • Presuntos - dic., (outro sentido), pés.
  • Quinta dos pés juntos - exp., cemitério.
  • Sim-senhor - nao dic., rabo.
  • Sonsamona - não dic., forma aumentativa de sonsa.
  • Ter pôrras - exp., ter problemas.
  • Toca-lhe! Cai-te um braço e outro avareia-te! - exp., aviso ou ameaça.
  • Traçadinho - não dic., copo de vinho com mistura de gasosa.
  • Treque-lareque - não dic., falatório.
  • Vá a ver! - exp., apressa-te.
  • Vai-te e não me consumas - exp., diz-se a quem nos está a aborrecer e não queremos por perto.
  • Velha gaiteira - exp, diz-se de uma mulher idosa a quem se critica o gosto exagerado por festas.
  • Vou ali já venho - exp., comentário sobre uma situação com quem não se concorda, nomeadamente sobre uma avaliação.

Gostava que o autor do livro soube-se uma expressao muito usada em Tolosa, "boa noite", dava outro nivel xp

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Inês!


A Inês vai deixar saudades, mas eu sou suspeita!
Fica uma enorme admiração, grandes actuações,
e a promessa de nunca ser esquecida.
Não tenho ídolos, mas se tivesse era Inês!
E quando bater a saudade existe sempre o youtube e

sábado, 23 de janeiro de 2010

A Diana põe, a Diana tira

Pronto, voltámos ao normal. Até parece que é Verão, tal é a claridade que este blogue emana.


A Diana pede desculpa mas encontra-se em estado depressivo, não conseguindo por isso dizer mais nada.


Assinado: Piloto-automático

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Coisas..

So porque acho que deviamos vir aqui todos os dias escrever nem q seja meia duzia de palavras...começo hoje... :P

1) Vou tentar tirar a boa da decoraçao de Natal da Diana daqui..porque pronto..o Natal é quando um Homem quizer..mas é preciso que seja um Natal bonito (que nao é o caso aqui);

2) Nao vou ver os Fudetes maus ;) nem a Raquel assim...enfim :P :P :P

3) Tou aqui ckam nao tivesse mai nada p fazer

4) Diana..lembra me de te mostar uma coisa que tenho aqui ja ha uma semana para te mostar - GRANDEEEE LATA!!!

5) Isto tudo antes de começar mas entretnato esqueci-me com a parvoice toda :S epahhh ! acho que vai mm ficar assim porque nao me lembro..era giro e tudo :(

(isto é apenas uma especie de SPAM po nosso blogue )

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Poem

Porque a Adriana ate tem jeito pa coisa..apreciem ;)


Vou carregando por aí a dor
A que outrora chamei amor
E que hoje chamo penitencia!
Tudo cala, silencia e sente!


Ouvem-se os passos
Meio assustados, meio presos
E a saudade fica! Ó se fica!
Fica por aí
Que comigo já não a levo.


A luz invade-nos
E a pergunta permanece – de que são feitos afinal os corações?
Não sabemos e nunca saberemos.
Deixemo-nos então estar
Livres de aflições e pensamentos
Que o silêncio também é intimo!


E só não o sabe quem nunca amou.
Fica de longe e olha, mas repara bem,
O sopro do vento há-de invadir-te de maresia,
Assim - flutuando até ao esmiuçar do ser
Tu serás aquilo que mais desejas


E ninguém há-de romper nem ferir
O escudo que criaste,
E digo bem, porque na verdade
As muralhas que aí ergueste ninguém as há-de derrubar,
Ninguém as há-de vencer.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

A culpa é das hormonas!

video

Episódio de adolescente com as hormonas aos saltos!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Coisas bonitas

Ora porque o Natal é quando um homem quiser e, porque os centros comerciais ainda têm as decorações de natal, aqui fica a nossa árvorezinha, bonita, gira e natural (rega-se e tudo).
Fitas de papel, estrela de casca de laranja, bolinhas de papel.. tudo a que a nossa árvore tem direito.


Intitula-se de: Megalheiro da Dulce
Foi fabrico por mim e pela dita Dulce em dias em que o estudo deveria ser muito mas, é bastante mais produtivo lançarmo-nos nas artes plásticas e decorar o megalheirinho (Adoramos o termo)
Para aqueles que não consigam perceber de que é feita a decoração, passamos a explicar:
lápis de cera derretidos, boa?
Boa! :)

Passa o Natal e é isto

Neve? Nem vê-la! Uma pessoa que nunca viu nevar tem oportunidade de o fazer aos dezoito anos de existência terrena (sim porque a vida supra terrena é masé antes de nascer não é cá depois! Vocês é que não sabem.) mas ah espera! Não estamos lá. E nevar aqui? Querias não querias? Tão mas tu não vês que isto é litoral? Aqui não neva! Ah nevou em Lesboa há dois anos? E depois? Aqui é diferente porque há o rio! Em Lesboa também há rio? Não interessa, é um rio diferente. Tão mas tu não vês logo?! No Alentejo é que neva! Lá é que é normal. Aqui é mais alto mas é litoral e no litoral -aprendam: - não neva. Excepção feita ao Porto. No Porto também neva um bocadinho ás vezes. Mas é muito raramente, não julguem! Os senhores do Dolce Vita Coimbra bem tentam chamar a neve: às vezes voltam a ligar as iluminações, põe música da quadra... mas nada, niente. A neve não quer vir e pronto.

Posto isto, e nem sabendo muito bem se está posto porque está lamentável e a minha indignação continua, adianto que apresentei hoje o meu primeiro trabalho na Universidade. Se correu bem? Metam-se na vossa vida.

Retomando o assunto meteorologia (assim em jeito de engate), enquanto nevava em Tolosa, fazia solinho em Coimbra. Mais: informa-me a Dulce - supéee bem informada ela - que na Pampilhosa a neve está do pior e está tudo encravado. Eu, gosto muito de ti amiga Dulce, mas não sei se acredito. É que até é pertinho e aqui esteve um solinho tão bom hoje. Além disso aprendi que às vezes os senhores que fazem as Notícias (com maiúscula e tudo. É todo um respeito pela dita cuja) mas dizia eu que às vezes, esses senhores, manipulam a coisa [a Notícia] e fazem assim: tiram de um texto "Na Covilhã o tempo 'tá que não se pode. 'Tá tudo encerrado e não há condições" e constroem a sua Notícia assim: "Na Pampilhosa o tempo 'tá que não se pode. 'Tá tudo encerrado e não há condições". Maneiras que, e não querendo coisar ninguém, acho possível que tenha sido este o caso. Ou não, e Coimbra está protegida por uma cúpula especial transformadora do tempo; aqui só entra é chuva.

Voltando a sair do tema, este textozinho é um pretextozinho para não estudar, que já estou cansada.
Mais vos conto: ando a jorrar ranho e afins. Se há quem jorre fé, por aqui jorra-se constipação. Não se anda é de Mercedes, vai-se a pé que é boum tambéim.

Como ilustração deste post deixo-vos a vista do meu quarto:



Maravilhosa não é? Aposto que ficaram cheios de vontade de vir cá passar uns tempos. :)

Como prendinha, deixo-vos também com a imagem do ferro a arrefecer:



Sim, estive a passar rupinha, e a ver a Fatinha ao mesmo tempo. Leindo!


P.S.: Quanto às questões natalícias deste espaço, tenho a declarar que o Natal dura até que me apeteça (ou até que tenha tempo para arranjar isto). Isto aqui é como no Dolce Vita.

P.P.S.: Vi agora as Notícias, afinal foi na Pampilhosa da Serra. É diferente Dulce Isabel! Lá se vai a minha teoria da cúpula especial... Quase me estragavas o post.

E é isto. Já agora, um bom anozinho para todos. Aproveitem que isto passa que é um 'stante.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Pudins há muitos (...)

video

Pudim de Natal por João Manzarra

Eu prezo muito a felicidade de todas as 'fritas' e de todos os nossos (poucos mas bons) seguidores portanto nada melhor do que o Senhor Revelação do Ano para nos deixar com as pontas dos labios viradas para cima!
E como diz o outro 'Manzarra é carga!' (e nós gostamos dele assim) :P

Até breve *

domingo, 3 de janeiro de 2010

O primeiro post do ano de 2010

Porque 2010 soa melhor de 2009, nem que seja só por isso, este ano vai trazer (espero eu) muitas surpresas agradaveis! (:
Um feliz 2010!

Ate breve*